Versões de cigarros eletrônicos – Veja qual é ideal para você

Hoje todos já estão cansados de saber os diversos malefícios que o tabaco pode provocar para o organismo. Diante disso, o uso de cigarros eletrônicos pode ser uma alternativa e solução para parar de fumar.

Todo fumante passa por problemas ao lidar com o cigarro, como o mau cheiro, falta de disposição física, o estresse, além de o hábito ser péssimo para a saúde, já que a média  e longo prazo é possível desenvolver  câncer, enfisema pulmonar, ataque cardíaco, impotência sexual e vários outros.

Entretanto, apesar do narguilé eletrônico não ser liberado no Brasil é possível encontrar o disposto em mercados paralelos ou quando viajar ao exterior. Diante disso, as opções disponíveis são bem extensas, portanto, para conhecimento das versões disponíveis, mesclamos entre e-cigs descartáveis, mas também entre os vaporizadores eletrônicos que podem ser reutilizados.


Dicas de modelos de cigarros eletrônicos

Kanger eVod

Este cigarro eletrônico é um dos mais vendidos em todo o mundo, pois o seu kit é bastante completo. Na caixa o usuário vai encontrar duas baterias, duas piteiras e cinco Kanger Protanak Atomizers (resistência que aquece o liquido e vira vapor).

Apesar do formato não ser parecido com um cigarro o seu design é interessante, além disso, o item pode ser encontrado em quatro cores (prata, preto, vermelho e azul). Com valor na média de US$ 40 o usuário também pode usar este vapor eletrônico por sete horas sem precisar de carregar.

V2 Descartável

O V2 esta entre as melhores marcas de e-cigs, graças à qualidade dos seus produtos. Nas lojas é possível encontrar o modelo descartável em duas opções, com sabor de menta e a outra de rich tobacco que tem aspecto parecido com o tabaco artificial.

Com valor na média de US$ 15 o cigarro é vendido na versão com duzentas ou quatrocentas tragadas.

Joyetech eGo Twist

Esta versão também entra na lista dos narguilés eletrônicos mais vendidos, pois ele foi pioneiro em produzir um dispositivo que separa a piteira da bateria. O processo é bastante simples e na caixa o kit sai na média de US$ 70 e o usuário encontra duas baterias (com voltagem regulável), duas piteiras e duas garrafas com o líquido (e-juice).

BluCig

O BluCig entra na lista dos modelos descartáveis e também está no mercado tem um tempo. O diferencial do modelo é que seus sabores são diferenciados, além de ser feito por uma única companhia, chamada de Johnson Creek, conhecida como a melhor em termos de e-juice.

Com faixa de US$ 10, a versão também é um dos cigarros eletrônicos que mais produz vapor, além de ser bonito e possuir o tamanho de um cigarro convencional. Com um LED na ponta ele acende e fica azul quando é tragado.

No mercado é possível encontrar a caneta narguilé eletrônico com sabor de mentolado e o tabaco clássico, além de ser vendido na mesma quantidade de um maço e meio de cigarros.

v2 Recarregável

Esta versão do V2 é recarregável e produz bastante vapor e utiliza o esquema de cartuchos. Deste modo é possível encontrar cartuchos de vários sabores como café, menta, cereja, Coca-Cola e até mesmo o sabor de tabaco.

No mercado de cigarros eletrônicos ele pode ser encontrado na faixa de US$ 60 e o usuário também pode escolher a quantidade de nicotina, de 0% até 2.4%.

Com aparência próxima do cigarro convencional, o kit vem com duas baterias, um carregador e 10 cartuchos de sua escolha.